dica de filme

Minha vida em Marte, um filme sobre o valor da amizade

No final, você sai do cinema leve e com uma convicção: um amigo de verdade pode ser o melhor e mais longo de todos os casamentos!
Foto: Divulgação

Em cartaz, nos cinemas de todo o Brasil, durante as férias de janeiro, o filme “Minha vida em Marte”, protagonizado pelos atores Paulo Gustavo e Mônica Martelli, é uma sequência de “Os homens são de Marte... E é pra lá que eu vou”, estrelado em 2014.

Mas, é preciso dizer que a sequência desse ano, supera o primeiro longa não somente no quesito boas risadas, mas também em temas a serem refletidos. Afinal, as comédias também são um excelente momento para pensarmos sobre situações que, às vezes, soam tão convencionais, mas no fundo, são bem ridículas. Uma delas, vivenciada por muitas mulheres na vida real, diz respeito à procura do tal príncipe encantado e os riscos emocionais que se corre ao embarcar nessa busca de forma impensada.

Um filme sobre o valor da amizade

E se no primeiro filme, Fernanda, personagem de Martelli, vive várias aventuras buscando a alma gêmea, no segundo longa, ela vive a crise provocada pela rotina no casamento e o apoio incondicional do amigo Aníbal, vivido por Paulo Gustavo.  E aí está o X da questão: “Minha vida em Marte” não é uma comédia sobre um casal, mas a história de dois amigos que estão juntos: na alegria e na tristeza, vivendo uma relação que não se esgota.

As cenas hilárias, que infelizmente não posso descrever para não fazer spoiler, mostram como a vida é mais leve ao lado de um bom amigo ou uma boa amiga! As dores de cotovelo, as lamúrias, os convites indesejados, que só mesmo um amigo de verdade aceita, e as cobranças da sociedade que acabam sofrendo alguma influência nos nossos comportamentos, são o enredo da dupla principal. Além de doses extras de sinceridade, capacidade de rir de si mesmo e o cuidado um com o outro, demonstrados de forma cômica!   

No final, você sai do cinema leve e com uma convicção: um amigo de verdade pode ser o melhor e mais longo de todos os casamentos! E você, já encontrou o seu amigo-alma-gêmea ou sua amiga-alma-gêmea?

Vale reforçar que: em uma sociedade em que tudo é consumido e descartado com rapidez, manter os amigos por perto, é receita – cientificamente eficaz – contra a tristeza e os males da depressão.

Público do filme Minha vida em Marte:

“Minha vida em Marte” estreou nos cinemas do Brasil no dia 25 de dezembro e já contabiliza um público de quatro milhões de pessoas.
 

Assista ao trailer oficial de “Minha vida em Marte”:


Copyright © 2019 I Cris Mendonça. Minha vida em Marte, um filme sobre o valor da amizade. Todos os direitos reservados.

 

 

 

 

Comentários